Buscar
  • Analu Gallotti

Por que perder peso não é o mesmo que emagrecer?


De acordo com o dicionário Houaiss, emagrecer é tornar-se magro ou sofrer redução de peso. Sendo assim, teoricamente, perder peso seria o mesmo que emagrecer. Mas, nada é tão simples assim. O corpo humano é composto por massa magra (músculo), gordura, água, ossos, órgãos, dentre outros componentes. O simples fato de cortar o cabelo, ou estar desidratado faz com que o peso diminua. Por este motivo, acompanhar os resultados seguindo a balança não é a melhor alternativa por não haver precisão sobre quais componentes estão sendo "eliminados".


Um exemplo disso é quando uma pessoa pratica exercícios, segue um cardápio alimentar e diz que, apesar de fazer tudo certinho, não está conseguindo emagrecer, que seu peso continua o mesmo. Um motivo provável é a mudança na composição corporal, ou seja, ela pode ter aumentado a massa magra, e esta por ser mais densa do que a gordura acaba pesando mais. A balança comum não tem recursos para computar essas diferenças de composição corporal e o peso acaba ficando na mesma, passando a impressão de que não há resultados positivos.


Por outro lado, há casos nos quais a pessoa começa a praticar exercícios e segue dietas da moda, opta por soluções milagrosas incluindo "remédios" para eliminar quilos mais rapidamente, sem a devida orientação profissional, e consegue diminuir o peso. No entanto, esse "emagrecimento" tem como resultado a perda de massa magra, diminuição do metabolismo, sistema imunológico comprometido e outras consequências negativas para o organismo.


Por tanto, na área da saúde, o processo de emagrecer possui um significado mais complexo do que simplesmente diminuir peso o que nos leva ao conceito de:


Emagrecimento saudável: é o efeito de reduzir o percentual de gordura corporal, preservando/aumentando a massa magra a partir da prática de exercício físico e alimentação adequada.

Em outras palavras, o emagrecimento saudável está associado à:


1. redução do tecido adiposo: gorduras prejudiciais que, em excesso, podem ocasionar danos ao nosso organismo favorecendo o aparecimento de doenças como hipertensão, diabetes tipo 2, câncer e outras comorbidades;

2. manutenção/aumento de massa muscular: essencial para a realização das atividades diárias e diretamente relacionada à força muscular, fundamental para a prevenção da sarcopenia e osteoporose.

Diante do exposto, compreende-se que perder peso não é o mesmo que emagrecer uma vez o processo do emagrecimento saudável é complexo, envolvendo perda de gordura corporal e manutenção da massa muscular que é fundamental para a saúde e prevenção de doenças.


Para o monitoramento dos resultados no emagrecimento, levando em consideração a composição corporal, faz-se necessária a realização periódica da avaliação física, feita por um profissional capacitado e, preferencialmente, com a utilização da bioimpedância para resultados mais precisos.


Por fim, se você pretende reduzir alguns quilinhos, tenha em mente que a orientação profissional é fundamental para obter resultados com segurança contribuindo não só para um corpo bonito, mas também para a boa saúde e qualidade de vida.

217 visualizações1 comentário

Rua Castelo Branco, 106 Jardim Maracanã - Foz do Iguaçu/PR
Fone: (45) 3028-2800